Triologia ‘O Século’ – Ken Follett

9789722344289 oinvernodomundo

 

 

 

 

 

 

 

 

Depois de alguns meses sem publicar nada, aqui estou eu com novidades literárias: Neste caso venho falar-vos de uma triologia.

A Triologia “O Século” de Ken Follett é uma saga que narra brilhantemente a História mundial do século XX, Guerras mundiais e os seus massacres, desastres políticos e personagens apaixonantes preenchem as páginas destes livros. Infelizmente para mim e, com certeza, muitos fãs de Ken Follett, o terceiro e último volume está previsto para 2015, aproximadamente. Começo a desesperar para saber o desfecho desta magnífica obra.

É, sem dúvida, um livro (ou livros) que nos deixa atordoados e a chorar por mais. Recomendo vivamente.

Até depois,

Sam

O Símbolo Perdido – Dan Brown

Desta vez, Dan Brown narra uma aventura de Robert Langdon na capital norte-americana. Desta feita, com um toque de genialidade que só Brown consegue imprimir, o autor conseguiu criar um enredo surpreendente que nos faz suster a respiração nos momentos de suspense.

A poucos meses do lançamento do próximo livro de Brown, confesso que estou em pulgas para ler a sua nova obra (acho que o vou ler em Inglês… Estou mesmo ansiosa!)

Quanto ao “Símbolo Perdido”, creio que é um livro excepcional que todos devem ler.

Já agora, aproveito o momento para fazer um pedido: Deixem comentários com os próximos livros que querem que sejam “criticados”. Espero pelas vossas sugestões!

Até,

Sam

Anjos e Demónios – Dan Brown

Este é, para mim, o melhor livro de Dan Brown – tem intriga, emoção, suspense, simbologia…

Como todos os livros deste autor, Anjos e Demónios capturou-me a atenção do primeiro ao último parágrafo. Com uma história fascinante bem ao estilo de Dan Brown, este livro está no meu top + (sem sombra de dúvida).

Se estão indecisos sobre a vossa próxima leitura, este é a melhor opção.

Divirtam-se!

Até,

Sam

 

O Código Da Vinci – Dan Brown

Este foi um daqueles livros que me “obrigou” a fazer uma directa. Porquê? Horrivelmente viciante! (deixei até de comer enquanto o lia… vejam lá!)

Nesta obra, Robert Langdon vive inúmeras aventuras ao tentar desvendar os códigos deixados por Jacques Saunière, curador do Louvre (França), no seu leito de morte. É um livro deveras interessante com um enredo muito emocionante.

Recomendo a leitura desta e de todas as outras obras deste autor.

Divirtam-se!!

Até,

Sam

 

 

A Fórmula de Deus – José Rodrigues dos Santos

Este livro tem o condão de nos intrigar. Rodrigues dos Santos narra a história de Tomás Noronha, professor universitário, que, por um acaso do destino, é contratado para investigar manuscritos de Albert Einstein relativos a uma tese sobre a existência de Deus.

Segundo esta obra, Deus não é um ser antropomórfico. É, pelo contrário,uma entidade inteligente.

Neste livro gostei principalmente da grande quantidade de informação sobre física e astrofísica, explicada de uma forma simples e atraente. (Enquanto estava a ler o livro, aprendi várias coisas muuuuuuito interessantes!).

Recomendo vivamente a leitura desta obra!

Até,

Sam

P.S.: As opiniões referentes a Deus aqui descritas não são da minha autoria. Eu estou, pura e simplesmente, a reproduzi-las.

Fortaleza Digital – Dan Brown

Este foi o primeiro romance a ser lançado pelo autor e é também o mais curto. Para muitos, é uma decepção em relação às outras obras de Dan Brown. Eu tenho uma opinião ligeiramente diferente: acho o livro muito bom (bem escrito, como todos os livros do autor) e com um enredo interessante.

É um tipo diferente – não há tantas intrigas nem tanto mistério. O próprio autor, segundo o que referiu num dos outros livros (já não me lembro qual deles era…), também não ficou muito satisfeito com o resultado.

Porém considero que é um livro agradável e que qualquer apreciador da escrita de Brown irá ler.

Leiam este ou qualquer livro do autor. Recomendo a 100%!

Até,

Sam

Amor de Perdição – Camilo Castelo Branco

Uma história de amor trágica. O Romeu e Julieta português.

Com notas de romantismo, Camilo Castelo Branco conta a história de Teresa e Simão, dois jovens que se amam mas cujas famílias se odeiam.

Acho que este livro é essencial para quem aprecia clássicos da literatura portuguesa. Depois de ler este livro fiquei com uma enorme vontade de ler outras obras do autor.

Camilo Castelo Branco tem uma escrita agradável que nos prende da primeira à última palavra.

É uma história triste mas inspiradora. Recomendo!

Até,

Sam